ENCONTROS TAMBURILANTES!

FELIPE AZEVEDO TAMBURILA ENCONTROS com ERMELINDA PAZ, EGBERTO GISMONTI e MARCO PEREIRA!

Nos meses de agosto/setembro vivenciei três momentos sublimes e que possibilitaram trocas e aprendizados  Tamburilantes neste ano!

Em agosto, com a musicóloga e educadora musical Ermelinda Paz em sua oficina: “500 Canções Brasileiras – Uma abordagem em Educação Musical“.

Ermelinda é profunda conhecedora da canção modal e da oralidade folclórica brasileira. Seus livros “500 canções brasileiras“, “O modalismo na canção brasileira” e “Pedagogia musical no século XX” são referenciais para quem almeja conhecer e mergulhar no Brasil profundo! Obrigado Ermelinda pelo aprendizado e por suas considerações valiosas sobre o meu trabalho autoral!

Abaixo, as criteriosas impressões da Ermelinda Paz a respeito do Livro-Cd e hotsite interativo “Tamburilando Canções – Violão com Voz“:

“Muito mais que um ensaio – Tamburilando Canções do violonista/compositor/ educador musical Felipe Azevedo – é um trabalho que mostra um músico que conhece o seu metiê de forma técnica, plural e criativa, oferecendo ao leitor/ouvinte um repertório que vai do tradicional ao contemporâneo com grande sensibilidade.
Tamburilando mostra uma diversidade de gêneros – do passado e do presente – num discurso musical acurado. Compreende análise textual e musical e indicação de referências para ampliação do estudo, além de um CD”
Ermelinda A. Paz

ERMELINDA B

Em  setembro, no VI Festival de Violão em Porto Alegre (RS) com o compositor e multi-instrumentista Egberto Gismonti!

SOBRE O QUÊ  CONVERSAMOS?

Esperei anos a fio para perguntar pessoalmente a este grande compositor sobre as razões que o levaram a escrever o texto abaixo, na contracapa do seu LP SOLO de 1979.

Sua resposta, além de confirmar as diversas relações e conexões que já fiz com este texto na minha vida criativa, também agregou um gesto seu de agradecimento a mim por relembrá-lo deste momento de iluminação em sua memória de vida!

Grato Egberto por esta oportunidade de troca e diálogo!

O TEXTO:

SOBRE A MÚSICA  (Egberto Gismonti)
Da contracapa do disco “Solo” (ECM Records, 1979)

“Pensei muito em escrever um texto para apresentar este disco. As ideias foram as mais variadas e cheguei a achar, em determinado momento, que a linguagem literária era muito limitada quando comparada aos sentimentos, sobretudo àqueles que vivemos no momento criativo. Felizmente, considerei a minha incapacidade de escrever sobre um dos momentos mais felizes, tranquilos, densos e criativos que já consegui expressar através da música. Quanto ao texto que deveria escrever, me limito a dizer que a qualidade da resposta é relativa ao tempo de sedimentação da questão, por isso me calo, esperando que a música possa falar deste momento que tanto representou para a minha vida.”

EGEBERTO FOTO JAMES SANTOS 2

Foto: James Santos

Também no VI Festival de Violão, com o compositor e violonista Marco Pereira e seu violão Tripartite !

10478442_10202824272227747_1777944508636310355_n

Como certa feita já me disse o sábio Guinga: “A música aproxima as pessoas!”