Posts

ARPEJOS CANTADOS!

Salve Vibrateir@! Já comentei aqui nos meus posts sobre a importância da prática de Arpejos e Dedilhados na tua rotina musical? Entonces.. Segue um exercício bem bacana pra te ajudar nesta prática!

LUNDUZANDO!

Experimenta 'TOCAR e CANTAR' este Lunduzinho sem perder o 'balanço' e a 'intenção' rítmica, o que popularmente chamamos de suingue!

COMO EQUILIBRAR o ARPEJO RITMICO com a VOZ!

Sempre que a gente pensa em Ritmo no Violão, a primeira coisa que vem na cabeça é 'levada' né mesmo? Mas e se o Ritmo acontece no formato de Arpejo ou Dedilhado?

O QUE QUERES?

Artigo sobre a Tese de Mestrado do Compositor, Violonista e Cantor Leandro Maia.

O ESTILO ‘VIOLÃO com VOZ’ – COMO É?

Breve apanhado de uma busca interior e que virou processo criativo singular - um jeito de Compor, Arranjar, Tocar e Cantar Canções - Curso de Extensão, Palestras, Livro-CD e Conteúdo Didático que compartilho seguidamente com meus alunos: o 'VIOLÃO com VOZ'

AS VIAS do VIOLÃO com a VOZ

Inúmeras vezes me questionei: de que modo aqueles compositores violonistas brasileiros que tocam, cantam e criam referenciados no seu instrumento, elaboram, organizam tal processo na sua produção autoral de canções?

SOBRE a COMPOSIÇÃO de CANÇÕES

CANÇÃO é resultante da combinação de 04 ingredientes: letra, melodia, harmonia e ritmo. Como organizamos estes ingredientes é o grande desafio, visando o "sabor" resultante. Não é a quantidade, mas o equilíbrio nas escolhas

UMA NOITE BALAIO DE CORDAS – 2a. Temporada!

Projeto idealizado por Felipe Azevedo volta dia 04 de março, no Café Fon Fon, dando destaque às mulheres compositoras e instrumentistas

BALAIO DE CORDAS NOVAS

  Matérias das últimas edições, em Junho e Julho deste ano, jornal ZH:   BREVE HISTÓRICO: No segundo semestre de 1999, nos finais de tarde de domingo, na sala acústica do Café Coletânea localizado nas imediações…

POA JAZZ – DEPOIMENTO

Durante o percurso de chegada no Centro de Eventos, fato que possibilitou a mim e a minha esposa irmos “entrando no clima” jazzístico, na medida que avançávamos pelos ambientes do Barra Shopping, cartazes e vários materiais gráficos iam nos sinalizando, em meio à vida cotidiana das lojas e público, que algo sonoro estava a “perfumar” os espaços, escadas e vitrais.